Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Pentágono investiga o lançamento de um misterioso míssil na Califórnia.


 Fontes do Pentágono disseram que eles não tem conseguido identificar o míssil avistado no sul da Califórnia. Um vídeo do míssil, que foi filmado de um helicóptero da rede KCBS de televisão, resultou numa calorosa discussão nos Estados Unidos. No vídeo, que foi divulgado no site da KCBS, um míssil não identificado claramente foi visto voando pelo espaço aéreo da Califórnia.

 O porta-voz do Pentágono disse que o Ministério da Defesa não tinha informações sobre o míssil e de onde ele veio. "Este míssil não tem nenhuma ligação com o Pentágono", acrescentou Dave Lapan.

 Enquanto isso, o Comando Norte-americano de Defesa Aeroespacial (NORAD), disse que o objeto visto nos céus da Califórnia não era uma ameaça para a nação americana.

 NORAD também acrescentou que o míssil não tinha sido enviado de outro país, afirmando que, se ou quando a nova informação vier, eles irão compartilhar com o público.

Fonte: http://en.rian.ru/video/20101112/161301602.html

Transportador espacial russo Progress M-05M descartado após experimentos secretos na órbita da Terra.



 A nave de carga Progress M-05M desvinculada da Estação Espacial Internacional (ISS) em 15 de Outubro passado submergiu em uma área do Oceano Pacífico no último dia 15/11, após 21 dias de vôo autônomo durante os quais realizou experiências secretas para entidades da defesa em volta da órbita da Terra, informou o Centro de Controle para Vôos Espaciais (CCVE) da Rússia.


 "Os fragmentos carbonizados do equipamento cairam na área prevista, longe de rotas marítimas no Oceano Pacífico", disse um porta-voz da CCVE à RIA Novosti .


 Durante os 21 dias de vôo autônomo a Progress M-05M foi utilizada para realizar um ciclo de ensaios geofísicos, embora outras fontes não oficiais informaram que o experimento foi desenvolvido a bordo da nave.

"Reflexo", encomendado pelas instituições militares russas.


 Em várias ocasiões, antes de afundar, a nave Progress tinham sido utilizadas em experiências como o "Radar-Progress" para determinar as características de tamanho, reflexão e densidade do plasma que se forma nos bicos dos motores das Progress em diversas direções de vôo da nave em relação a supercície da Terra.


 Segundo fontes não oficiais, estes experimentos são para comprovar o equipamento militar para a detecção do lançamento de foguetes desde o espaço, em especial os escudos de defesa de mísseis, e também estudar a trajetória dos foguetes que podem impactar contra a Terra em sua projeção final.

 O estudo foi feito por um radar de espalhamento localizado a 120 quilômetros a noroeste da cidade de Irkutsk, no Lago Baikal, na Sibéria.


 De acordo com os especialistas, o radar russo pode "ler" a temperatura, a concentração iônica e outros parâmetros do propulsor do foguete a distâncias entre 100 e 1.000 quilômetros de distância.


 O radar perto de Irkutsk é propriedade do Instituto de Física Solar da Academia de Ciências da Rússia e é usado em pesquisas científicas da física da Terra e do Sol.

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology