Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

terça-feira, 18 de maio de 2010

Lula mostra como se faz diplomacia.


  
  O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi neste fim de semana ao Irã e demonstrou ao mundo, em particular aos Estados Unidos da América, como a diplomacia internacional deve ser abordada. O Presidente Brasileiro entregou o acordo que pode por fim ao impasse sobre a questão nuclear iraniana. O acordo reafirma o compromisso com o Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares e o direito de todas as partes, incluindo o Irã, para desenvolver, pesquisar, produzir e usar energia nuclear para fins pacíficos, sem discriminação.
  
  Nos termos deste acordo, A República Islâmica do Irã enviará para o exterior urânio para enriquecimento e a primeira fase será a entrega de 1.200 kg de urânio menos enriquecido (UME) para a Turquia, sujeita à aprovação do Grupo de Viena, que terá um ano para entregar 120 kg de combustível nuclear ao Irã. 
  
  Segue abaixo o texto da Declaração:

  Tendo se reunido em Teerã, República Islâmica do Irão, os signatários acordaram na seguinte Declaração:

1. Reafirmamos nosso compromisso com o Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares e em conformidade com os artigos relacionados com o TNP, a retirada do direito de todas as partes, incluindo a República Islâmica do Irã, para desenvolver pesquisa, produção e utilização da energia nuclear (bem como o ciclo do combustível nuclear, incluindo as actividades de enriquecimento) para fins pacíficos, sem discriminação. 

2. Nós expressamos nossa forte convicção de que temos agora a oportunidade de começar um processo de prospectiva que vai criar um ambiente positivo, construtivo, de não-confronto que conduz a uma era de interação e cooperação.

3. Acreditamos que a troca de combustível nuclear é fundamental para o lançamento da cooperação em diferentes áreas, especialmente no que diz respeito à cooperação nuclear para fins pacíficos, incluindo fábricas de energia nuclear e na construção de reactores de investigação.

4. Com base neste ponto de troca do combustível nuclear é um ponto de partida para iniciar uma cooperação e uma mudança positiva e construtiva adiante entre as nações. Tal movimento deve terminar a interacção positiva e de cooperação no domínio das actividades nucleares pacíficas e evitar a substituição de todos os tipos de confronto abstendo-se de medidas, acções e declarações retóricas que possam prejudicar os direitos do Irã e obrigações decorrentes do TNP. 

5. Com base no exposto, a fim de facilitar a cooperação nuclear acima referido, a República Islâmica do Irã concorda em depositar 1,2 mil kg de UME, na Turquia. Enquanto isso, na Turquia o UME continuará a ser propriedade do Irão. Irã e AIEA podem enviar observadores para monitorar a custódia do UME, na Turquia. 

6. O Irã vai notificar a AIEA, por escrito, através de canais oficiais do seu acordo com o exposto no prazo de sete dias a contar da data da presente declaração. Após a resposta positiva do Grupo de Viena (E.U.A., Rússia, França e da AIEA) detalhes do intercâmbio serão desenvolvidos através de um acordo escrito e boa disposição entre o Irão e o Grupo de Viena, que especificamente se comprometeram a entregar 120 kg de combustível necessário para o reactor de investigação de Teerã (TRR). 

7. Quando o Grupo de Viena declara seu compromisso com esta disposição, em seguida, ambas as partes se comprometam à execução do acordo referido. A República Islâmica do Irão manifestou a sua disponibilidade - em conformidade com o acordo - para depositar o seu UME (1200 kg) no prazo de um mês. 

8. No caso de as disposições da Declaração não serem respeitadas na Turquia, a pedido do Irã, Turquia irá retornar de forma rápida e incondicionalmente o UME iraniano para o Irã. 

9. Turquia e Brasil saudam a disponibilidade contínua da República Islâmica do Irão a prosseguir as suas negociações com os países 5 +1 em qualquer lugar, incluindo na Turquia e no Brasil, sobre as preocupações comuns com base em compromissos recolhidos de acordo com os pontos comuns das suas propostas. 

10. Turquia e Brasil apreciaram o compromisso do Irã com o TNP e seu papel construtivo na busca da realização dos direitos nucleares dos seus países membros. A República Islâmica do Irão, também avalia os esforços construtivos de países amigos, Turquia e Brasil, criando o ambiente propício para a realização dos direitos nucleares do Irã.

Fonte: http://www.moscowtopnews.com/?area=postView&id=2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Resumo

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology