Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

quarta-feira, 2 de maio de 2012

China pretende aprofundar cooperação estratégica com a Rússia.

Publicado por dinamicaglobal.wordpress.com em 01 de maio de 2012.

Li Keqiang após discurso na Universidade Estatal de Moscow.

MOSCOW, 29/04/2012 (Xinhua) — China e Rússia devem aprofundar a cooperação estratégica e unir-se para construir um mundo harmonioso com paz duradoura e prosperidade comum, disse o vice-primeiro ministro da China, Li Keqiang.

Diante de um auditório de cerca de 1.000 professores e estudantes na Universidade Estatal de Moscow, Li sinaliza que a paz, o desenvolvimento e a cooperação são os temas mais importantes destes tempos já que o mundo está atravessando por grandes ajustes e acontecimentos.


As relações China-Rússia se encontram em um nível máximo histórico no qual as partes consideram o desenvolvimento da outra como uma oportunidade, disse Li, e acrescentou que os dois vizinhos compartilham interesses comuns extensos.

Impulsionar a cooperação estratégica bilateral e promover a construção de um mundo harmonioso com paz duradoura e prosperidade comum são as responsabilidades históricas que compartilham os dois países disse Li.


Os dois países devem melhorar sua associação estratégica integral de coordenação ao impulsionar a cooperação prática e a cooperação em grandes projetos desde uma perspectiva a longo prazo e holística.

Entretanto, Li instou ambas as partes a cooperar mais em domínios como inovação tecnológica e indústrias emergentes para aumentar a competitividade central dos dois países.


Li também pediu a ambos os países o fortalecimento da cooperação em relação a assuntos globais e salva-guardar os princípios da Carta das Nações Unidas e as normas básicas das relações internacionais.

Ao elogiar a Universidade Estatal de Moscow, o vice-primeiro ministro chinês disse que a reconhecida instituição tem formado um grande número de pessoas talentosas e feito grandes contribuições à amizade entre China e Rússia.

Li também anunciou que a China planeja convidar 300 estudantes da Universidade Estatal de Moscow a visitar a China este verão e acrescentou que os jovens estão construindo uma ponte de amizade que una a China e a Rússia.


O reitor da Universidade Estatal de Moscow, Viktor Sadovnichiy, na ocasião deu as boas-vindas à visita de Li e disse que sua presença é um marco importante na história da instituição acadêmica.
Após o discurso, Li visitou a biblioteca da universidade.

Li chegou a Moscow na quinta-feira para uma visita oficial a convite do governo russo.
Rússia é a primeira escala da atual viaje de Li pela Europa, durante a qual também visitará a Hungria, a Bélgica e a sede da União Europeia em Bruxelas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Resumo

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology