Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

domingo, 15 de agosto de 2010

Novo míssil chinês pode parar a frota de navios dos Estados Unidos.


Novo míssil chinês desafia a marinha dos Estados Unidos.
Foto: islamidavet.com
 A China está desenvolvendo segundo notícias um novo míssil naval para virar o jogo e abrir caminho para acabar com o domínio dos Estados Unidos no mar, dizem os especialistas.

 O míssil, chamado Dong Feng 21D, pode ser lançado da terra para destruir os aviões mais avançados que se deslocam a 900 milhas de distância. 

 "O míssil anti-navio emergente da China, em especial o DF 21D, representa o primeiro armamento pós-Guerra-Fria com capacidade potencialmente eficaz tanto de interromper a nossa projeção de poder naval como deliberadamente foi projetado para esse propósito," citou um especialista em Washington. 

 "A Marinha tem muito tempo para temer esse armamento com capacidades de afundar porta-aviões", acrescentou. 

 Fontes dizem que o teste final do míssil pode ocorrer nos próximos meses. 

 O míssil poderia revolucionar o papel da China no equilíbrio de poder no Pacífico e irá torná-lo perigoso para os Estados Unidos caso interferisse em qualquer conflito potencial com Taiwan ou Coréia do Norte. 

 Também poderia impedir que os navios americanos tivessem acesso seguro às águas internacionais próximas de 18 mil quilômetros da China (11,200 milhas) ao longo da costa. 
 O desenvolvimento do míssil mostra como as relações entre a China e os Estados Unidos tornaram-se tensas sobre um certo número de questões. 

 A China já reduziu sua cooperação militar com o Pentágono depois das vendas de 6,4 bilhões de dólares em armamento à Taiwan. A China considera a ilha como parte de seu território.

 Em resposta Pequim impôs sanções não especificas às empresas dos Estados Unidos que vendem armas a Taiwan.

Fonte: http://www.islamidavet.com/english/2010/08/07/new-chinese-missile-challenges-us/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Resumo

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology