Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

O sistema russo de navegação por satélite GLONASS estará operacional em escala global até o final de 2010.


 Russia planeja completar até o final de 2010 a formação do grupo orbital do sistema de navegação global GLONASS, informou o primeiro ministro russo Vladimir Putin.

 "Até o final desse ano temos a previsão de lançar outros seis satélites e com isso concluir a formação do grupo orbital do sistema GLONASS. Na órbita estarão de modo permanente entre 24 a 28 aparelhos. Os sinais de GLONASS serão recebidos de modo garantido em todos os pontos do planeta", disse.

 Para o funcionamento do sistema a escala nacional são necessários 18 satélites, e a escala planetária, ao menos 24.

 O Sistema russo de posicionamento e navegação global por satélite, GLONASS, similar ao americano GPS, entrou em funcionamento em 1993. O sistema permite, antes de tudo, resolver problemas de segurança e manejo do tráfico, contribuir para garantir a segurança dos transporte por ar, mar e vias férreas. É recomendável sua instalação em ambulâncias, carros de policía e socorristas e em outros servicios de reação expeditiva.

 As datas de início da exploração do sistema a escala global foi adiada em mais de uma ocasião.

 Três satélites GLONASS-M serão lançados em 2 de setembro de 2010.¹

GPS não. GLONASS.

 O vice-premiê russo, Sergei Ivanov, disse nesta terça-feira, 10, que o governo pode impor uma taxa de importação de 25% sobre equipamentos de navegação GPS a partir do primeiro dia do ano que vem, buscando impulsionar o uso de seu sistema de navegação concorrente, o Glonass

 “Está na hora de introduzir, se não proibitivas, ao menos algum tipo de taxa de importação sobre equipamentos GPS”, disse Ivanov em reunião na região central de Riazan.

 No entanto, o vice-premiê afirmou que aparelhos que usam o Sistema de Posicionamento Global norte-americanos não serão proibidos, apesar de a Rússia ter ameaçado colocar a medida em prática mês passado.

 A Rússia, além de outros países emergentes como Índia, busca desenvolver o sistema Glonass para diminuir sua dependência do sistema de navegação por satélite controlado pelos Estados Unidos.

 Importações de equipamentos Glonass, por sua vez, não serão taxadas.

 O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, havia anunciado no começo do dia que todos os carros novos vendidos na Rússia a partir de 2012 terão instalado o sistema Glonass.

 Putin também afirmou que a Rússia irá lançar seis novos satélites de navegação até o final do ano, o que leva o total de satélites a entre 24 e 28, o suficiente para assegurar serviço ininterrupto.²

[1] Fonte: http://sp.rian.ru/onlinenews/20100810/127423103.html
[2] Fonte: http://blogs.estadao.com.br/link/gps-nao-glonass/
mais informações: http://russianforces.org/blog/2010/03/first_glonass_launch_in_2010.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Resumo

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology