Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

terça-feira, 12 de abril de 2011

Porta-aviões Varyag chinês está quase pronto.

Porta-aviões soviético Varyag de passagem pela Turquia através do Mar Negro.


 A agência de notícias estatal chinesa publicou fotos de um porta-aviões em reconstrução que parece mostrar o navio de guerra perto da conclusão. Nas legendas com as fotos, foi informado que o trabalho iria acabar logo e que a porta-aviões era esperado para navegar no final deste ano. As fotos do porta-aviões Varyag, que a China comprou da Ucrânia em 1998, apareceu na quarta-feira no site da agência de notícias estatal Xinhua


 Foi a primeira vez que o site Xinhua tinha dado provas visuais do projeto do porta-aviões, que é amplamente visto como um pilar de modernização militar e ambição naval da China. Os esforços do país levantaram temores entre os governos estrangeiros de que a China usará uma força militar mais robusta para propósitos expansionistas ou para pressionar por uma posição dominante na região.


 Xinhua citou uma revista de análise militar sediada no Canadá, Ásia KANWA Defense Review, dizendo que o navio possa estar pronto para velejar este ano. O fato do Xinhua utilizar essa informação em uma legenda da foto parece ser um aval oficial desse ponto de vista.


 A manchete no Xinhua, com as fotos diz: "navio de guerra enorme prestes a ser concluído, cumprindo os sonhos de 70 anos da China de possuir um transportador de aeronaves." Uma legenda dizia: "Há poucos dias, fóruns locais online de assuntos militares consecutivamente publicaram fotos do porta-aviões Varyag sendo reconstruído no estaleiro de Dalian China. Pelas fotos, podemos ver que este projeto está entrando em sua fase final. "A legenda observou que a construção da ponte sobre o navio estava quase pronta, com exceção de um sistema de radar. Os sítios online que se referiam a fóruns de discussão são utilizados por entusiastas militares chineses.


 Andrei Chang, o fundador da revista canadense e um residente de Hong Kong, disse em uma entrevista por telefone na quinta-feira, 08 de abril, que as fotografias publicadas pela Xinhua revelou o porta-aviões em um estágio mais avançado de reconstrução do que ele esperava.


 Ele disse que a revista havia recebido fotos do porta-aviões tiradas em fevereiro, mas que essas fotos não mostram qualquer tipo de tinta na estrutura superior do navio, enquanto que as publicadas pela Xinhua sim. "A velocidade é muito, muito surpreendente", disse Chang. "Ele me surpreendeu." Um dia antes Xinhua postou as fotos, uma outra organização de notícias chinesa, Global Times, um jornal populista, que não é considerado um  oficial porta-voz do partido comunista, mostrou as mesmas fotos. As imagens apareceram pela primeira vez em fóruns militares a partir de segunda-feira. 

 Na quinta-feira, um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros foi questionado sobre as fotos do porta-aviões em uma entrevista coletiva agendada regularmente em Pequim. "Por favor, consulte as autoridades competentes para obter mais detalhes", disse o porta-voz, Hong Lei. "Eu gostaria de enfatizar que a China segue um caminho de desenvolvimento pacífico."


 Em janeiro, surgiram fotografias do caça stealth J-20 nos fóruns militares chinêses, que está em construção na província de Sichuan. A aparência das fotos foi feita poucos dias antes da visita do secretário de Defesa Robert M. Gates, à China. Autoridades militares testaram o caça enquanto Gates estava em Pequim, o que levou a um momento confuso e desajeitado à diplomacia entre Gates e o presidente Hu Jintao.

Fonte: http://asian-defence.blogspot.com/2011/04/chinese-figter-aircraft-carrier-varyag.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Resumo

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology