Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Manobras do Tupolev Tu-95 preocupam o Japão.

Tupolev Tu-95 Bear escoltado por caça Eurofighter Typhoon. Foto: www.dailymail.co.uk

 O Japão usará canais diplomáticos para manifestar à Rússia sua preocupação ante as manobras de bombardeiros russos perto do seu território, declarou Osamu Fujimura, secretário geral e porta-voz do  governo japonês.

  Dois bombardeiros estratégicos Tu-95 da Força Aérea da Rússia realizaram vôo de 14 horas perto do território do Japão embora em nenhum momento tenham violado seu espaço aéreo, segundo os militares japoneses que mobilizaram vários caças para escoltar-los e prevenir possíveis incurssões.

  “Também tomaremos medidas pertinentes no futuro, em função da reação da Rússia”, assegurou  Fujimura. Acrescentou que esse não foi o primeiro incidente em que aviões de guerra russos realizaram manobras perto do Japão ainda assim foi diferente das anteriores quanto ao alcance e o reabastecimento em vôo.

  Os Tu-95 entraram no espaço aéreo neutro perto de Nagasaki e tomaram rumo ao norte, até o Pacífico. Quando sobrevoaram as águas próximas à ilha de Hokkaido, se aproximaram deles dois aviões-tanque Ilyushin-78 para reabastece-los de combustível. Após isso, os quatro aviões seguiram até a Rússia .

  Entretanto, o Ministério dos Transportes japonês comunicou que a Rússia havia anunciado à Organização Internacional de Aviação Civil (OACI) a intenção de realizar exercícios nessa zona a uma altura de 4.800 - 7.500 metros.

  O coronel Vladimir Drik, porta-voz da Força Aérea da Rússia, informou que esse vôo, semelhantemente a todos os demais, efetuou-se sobre águas neutras e “em estrita consoância com as regras internacionais”.

  Rússia e Japão seguem sem firmar um tratado de paz desde o fim da Segunda Guerra Mundial devido à disputa de quatro ilhas Curilas do Sul (Iturup, Shikotan, Kunashir e Habomai).

Fonte: http://sp.rian.ru/Defensa/20110909/150539089.html

Leia também:

EUA receia colaborar com propaganda do poderio militar russo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Resumo

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology