Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

sábado, 21 de janeiro de 2012

Irã testa novos mísseis e manda sinal ao Ocidente: Para trás.

Alcance do míssil do Irã Shahab-3.

 A República Islâmica do Irã completou 10 dias de exercícios militares no Golfo com o teste bem sucedido, pela primeira vez, do Míssil Ghader, que tem um alcance de 200 km depois de um míssil de alcance médio terra-ar ter sido lançado no domingo 01 de janeiro. Enquanto a camarilha de estados agressores ocidentais acenam seus sabres, a mensagem a partir de Teerã soa em voz alta e clara: Para trás!

 Para trás! É a mensagem clara de Teerã contra as nações FUKUS (França, Reino Unido e EUA) acenando mais uma vez suas espadas e fazendo insinuações belicosas após o exemplo mais flagrante do terrorismo na Líbia, um conflito ainda longe de terminar, embora os meios de comunicação ocidentais têm entrado em silêncio e enquanto alguns terroristas mais violentos da Líbia foram enviados para a frente da Síria.


 Os exercícios militares iranianos são significativas, uma vez que o míssil Ghader pode ser usado com uma ogiva nuclear, tem um alcance de 200 km. e pode ser um míssil terra-ar ou terra-mar, a ser usado contra alvos marinhos. Além disso, seu sistema de navegação sofisticado torna-o indetectável para todos os tipos de radar. É um míssil concebido e fabricado no Irão e produzido em série, já entregue na semana passada para a Força Naval da RI Irã, a Guarda Republicana islâmica (IRGC) e do Ministério.

 A entrega deste míssil em grande números lança uma mensagem oportuna para as Forças Navais dos EUA na área, porque a implementação em série deste equipamento tornaria o Golfo um depósito de sucata subaquática e veria milhares mais famílias nos EUA a chorarem os seus filhos e filhas por causa de empreendimentos alheios que não têm nada a ver com os Estados Unidos da América.


 A teimosia do Ocidente sobre o Irã e o seu programa nuclear é inaceitável: não é ilegal um país desenvolver energia nuclear para fins pacíficos, reduzindo a dependência de petróleo e de qualquer forma, onde está a discussão sobre o arsenal nuclear de Israel? Conclusão: Se Israel pode ser possuidor 100 ogivas nucleares ou algo assim, então por quê razão o Irã não pode desenvolver um programa de energia nuclear para fins pacíficos?


Mísseis do Irã : Alcance

Shahab-3b : 2,500 km
Sajjil-1 e 2 : 2,000 km
Shahab-3 : 1,800 km
Shahab-3 : 1,300 km
Shahab-2 : 500 km
Zelzal : até 400 km
Fateh : 170 km
Tondar : 150 km

Autor: Timothy Bancroft-Hinchey

Fonte: Pravda.Ru

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Resumo

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology