Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

China nega exportar armas à Síria.

Publicado por dinamicaglobal.wordpress.com em 14 de fevereiro de 2012

China qualifica como infundadas as afirmações de que fornece armamentos à Síria.

“Semelhantes afirmações são totalmente infundadas e inadmissíveis para a China”, assegurou o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores, Liu Weimin.
Acrescentou ainda que o “Governo chinês assume uma atitude séria e responsável a respeito da exportação de material bélico”.

“A China acata os seus compromissos internacionais, assim como as leis nacionais, e mantem sobre estrito controle a totalidade de suas exportações militares”, assegurou.
Entretanto, o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, declarou que os EUA não descarta nenhuma variante de ajuda à oposição síria, incluindo o fornecimento de armas, mesmo priorizando o arrefecimento político do conflito que, segundo as estimativas da ONU, causou mais de 5.400 mortos desde março passado.

O Ocidente e as nações árabes intentaram adotar em 4 de fevereiro uma resolução contra o atual regime sírio de Bashar Assad mas a China e a Russia usaram seu direito no Conselho de Segurança da ONU.

Enquanto, a oposição à Assad anunciou esta semana a criação do chamado Conselho Superior Revolucionário para substituir o Exército Livre da Siria, braço armado da oposição que alista voluntários, desertores e mercenários.

Fonte: Ria Novosti

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Resumo

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology