Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Índia e a Rússia devem intensificar esforços de construção do seu caça avançado para não perder a corrida para a China.

PAK FA T-50 - Protótipo do caça multipropósito de 5ª geração russo-indiano.

 Rússia e Índia devem acelerar o trabalho de seu avião de combate de quinta geração conjunta para enfrentar o desafio do rival chinês revelado no início desta semana, disse um especialista militar.

 "O protótipo de um avião chinês de quinta geração, J-20, parece ser uma aeronave de ataque de longo alcance e, como tal, irá representar uma ameaça potencial para a Índia", disse o analista Konstantin Makienko do Centro para Análise de Estratégias e Tecnologias com sede em Moscou(CAST).

 O caça stealth da China fez seu primeiro vôo de 15 minutos na terça-feira (11/01) por cima de um aeródromo ao sudoeste na cidade de Chengdu. Makienko chamou o vôo de teste “um êxito inquestionável” para a indústria de defesa chinesa.

 "A China emergiu como a terceira nação a desenvolver o avião de combate de quinta geração, após os Estados Unidos e a Rússia", disse o hindu.

 O especialista russo disse que a Índia e a Rússia devem intensificar esforços para construir o sua caça avançado se não estarão a perder a corrida para a China.

 “O caça J-20 será um rival direto do avião de quinta geração russo-índio. O avião chinês estará pronto antes de 2020, portanto o tempo será um fator crucial.”

 O protótipo russo, T-50, fez seu primeiro vôo de teste um ano atrás. Índia ingressou no projeto apenas no mês passado quando os dois lados assinaram um contrato para a concepção preliminar do avião de caça de quinta geração a ser chamado de perspectiva multi-função Fighter (PMF).

 A Índia vai contribuir com cerca de 30 por cento do projeto total do avião, fornecendo componentes de materiais compostos, alguns aviônicos, sistemas de guerra eletrônica e displays do cockpit. Os designers indianos também estarão responsáveis pela remodelação do caça russo de assento único para uma versão de dois lugares para a IAF (Força Aérea Indiana).

 Espera-se que o desenvolvimento do avião PMF terá início em torno de 2017, mas atrasos não podem ser descartados, a julgar pela experiência passada.

 O caça de quinta geração será o primeiro projeto da aviação indo-russa, que será comercializado em outros países.

 O Centro Russo para Análise de Comércio Internacional de Armas estima o mercado global para o PMF em mais de 400 aviões.

 "A fim de conservar a sua vantagem competitiva o caça russo-indiano de quinta geração deve entrar nos mercados globais antes do avião chinês e e rematar o seu preço em $80-100 milhões por avião", disse o especialista russo.

Fonte: http://asian-defence.blogspot.com/2011/01/russia-and-india-speed-up-work-on-pak.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Resumo

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology