Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Autoridades afegãs confirmam que Bin Laden morreu.


 O presidente dos Estados Unidos espera anunciar que o líder da Al-Qaeda morreu e que os Estados Unidos estão de posse do corpo.

 O presidente dos Barack Obama deve fazer uma declaração em breve na qual deve anunciar a morte de Osama bin Laden, o líder da Al-Qaeda.

 Qais Azimy, correspondente da Al Jazeera em Cabul, disse que as autoridades afegãs confirmaram que Bin Laden havia morrido e que seu corpo estava com os Estados Unidos.

 Funcionários não confirmaram se ele havia sido morto no Afeganistão ou no Paquistão, e disse que a morte do líder da Al-Qaeda era mais uma "vitória simbólica", pois ele já não estava diretamente ligado às operações de campanha do grupo, relatou Azimy.

 É uma grande conquista para Obama e sua equipe de segurança nacional. O predecessor de Obama, George W. Bush, havia repetidamente prometido levar à justiça o mentor dos ataques contra Nova York e Washington do 11 setembro de 2001, mas nunca o fez antes de deixar o cargo no início de 2009.

 Os funcionários dos Estados Unidos disseram que depois de procurar em vão pelo líder da Al Qaeda desde que ele desapareceu no Afeganistão até o final de 2001, o lutador saudita está morto e o seu corpo foi recuperado.

 Ter o corpo pode ajudar a convencer qualquer cético de que Bin Laden está realmente morto.

 Ele tinha sido alvo de uma busca desde que escapou de soldados dos EUA e milícias afegãs em um ataque em grande escala sobre as montanhas de Tora Bora, em 2001. A pista foi rapidamente se esfriou depois que ele desapareceu e muitos oficiais da inteligência acreditavam que ele tinha se ocultado no Paquistão.

 Embora na clandestinidade, Bin Laden havia insultado o Ocidente e defendia seus pontos de vista em videotapes espirituosos de seu esconderijo.

 Além do 11 de setembro, Washington também responsabilizou Bin Laden por uma série de ataques - incluindo os atentados de 1998 contra as embaixadas americanas no Quênia e na Tanzânia e do bombardeio do navio de guerra USS Cole em 2000 no Iêmen.

Fonte: http://english.aljazeera.net//news/americas/2011/05/2011522132275789.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Resumo

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology