Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

terça-feira, 16 de novembro de 2010

O Irã inicia o "maior" jogo de guerra da sua defesa aérea.

Exercício militar iraniano de dois dias realizado em Julho de 2008 e denominado Great Prophet III. Foto: uskowioniran.blogspot.com

 O Irã começou já nesta terça-feira, o que diz ser o seu maior exercício de defesa aérea para testar a sua capacidade de deter os ataques aéreos que os Estados Unidos e Israel não excluíram para impedi-lo de desenvolver armas nucleares.

 O site iraniano Press TV de língua Inglesa disse que os jogos de guerra de cinco dias foram realizados perto de instalações nucleares e incluíram testes de mísseis de longo alcance.

 No domingo, um alto comandante da Guarda Revolucionária, afirmou que as forças de terra tinham realizado exercícios militares perto de instalações nucleares do Irã, "exatamente como num combate real."

 Países ocidentais suspeitam que o programa atômico do Irã é um disfarce para um programa de armas nucleares. Teerã nega, dizendo que precisa de tecnologia nuclear para gerar eletricidade.

 Israel, que diz que um Irã com armas nucleares seria uma ameaça à sua existência, e seu aliado os Estados Unidos recusaram-se a descartar ataques preventivos contra o Irã, mas o secretário de Defesa, Robert Gates argumentou fortemente contra a opção militar na terça-feira.

 "As manobras militares em larga escala... vão melhorar a prontidão para enfrentar possíveis ameaças dentro do espaço aéreo do Irã e os centros mais povoados, vitais e nucleares", disse Ahmad Mighani, chefe de uma unidade da força aérea que responde a ameaças contra o espaço aéreo do Irã, foi citado pela televisão estatal chinesa.

 O Irã tem repetidamente anunciado avanços na sua capacidade militar para mostrar que está pronto para responder a uma agressão militar.

 Alguns funcionários ocidentais suspeitam que o Irã está desenvolvendo mísseis mais sofisticados e fazendo grande divulgação dos testes de mísseis com capacidade de entregar uma arma nuclear.

 A República Islâmica nega isso, afirmando que seus esforços de desenvolvimento de mísseis são apenas para fins defensivos.

 O Irã afirmou neste mês que havia desenvolvido uma versão caseira do sistema russo de mísseis S-300 e em breve fará seu teste de fogo.

 Moscou apoiou uma nova rodada de sanções da ONU contra o Irã, em junho, e depois se recusou a entregar um lote de S-300 ao Irã depois de um lobby persistente por Israel e pelos Estados Unidos.

 O S-300 é um sistema de defesa aérea móvel de longo alcance que pode detectar, rastrear e destruir mísseis balísticos, mísseis de cruzeiro e aeronaves voando a baixa altitude.

 Teerã foi atingida por diversas sanções internacionais por se recusar a suspender suas atividades de enriquecimento de urânio. O urânio pode ser enriquecido para produzir combustível para usinas nucleares ou, se enriquecido a um nível superior, para fazer bombas atômicas.

(Reportagem de Tim Pearce)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Resumo

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology