Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

terça-feira, 15 de março de 2011

Aviação naval russa retoma os treinos na Criméia no complexo Nitka.


 A Rússia deve financiar a manutenção de um simulador do sistema Nitka na Criméia (Ucrânia), segundo os relatórios de RBK-Ucrânia, citado pelo ministro da defesa ucraniano Mikhail Yezhel. 

 "O complexo Nitka é usado pela Rússia para o treinamento de pilotos navais. Os pilotos realizaram treinamento no ano passado. Naturalmente, o simulador não será usado grátis... Há equipamento fica ultrapassado e tem de ser rejuntado e mantido... A maior parte dos  mecanismos NITKA foram produzidos em São Petersburgo... Não podemos executar trabalhos de revisão grátis, portanto esta questão deve ser patrocinada pelo "partido da Rússia", disse o ministro. 

 É importante salientar que Nitka é o único simulador soviético para a aviação baseado em plataforma terrestre que ficou para a Ucrânia após a dissolução da URSS. Enquanto isso, a aviação da Ucrânia não tem deck próprio à base de plataforma terrestre de convés. 

 Lembrando que Mikhail Yezhel anteriormente ofereceu um empreendimento conjunto russo-ucraniano que fornece o uso do sistema de simulador NITKA russo para a aviação à base de convés.

 A aviação de deck baseada em plataforma terrestre da Rússia retomou a formação de pilotos no simulador Nitka no verão de 2010.

 Segundo a agência INTERFAX, uma certa quantia tinha sido transferida para a Ucrânia. Até setembro de 2009, quando a Ucrânia bloqueou o acesso a àrea, a Rússia efetuou o pagamento de $500 mil anualmente à Ucrânia pela locação do complexo. Na época ocorreram consultas bilaterais entre os ministérios da defesa nacional, e oficiais da aviação naval russa se juntaram a eles.

 Os vôos foram retomados em 2010 e também formação de pilotos no sistema Nitka. Contudo, a Rússia mantém a construção de um centro de guerra naval do ar em Yeisk, região de Krasnodar projetada para a mesma finalidade. A abertura do centro está prevista para 2011. 

Os aviões navais russos chegaram ao centro de treinamento NITKA, na Criméia.

 Os vôos de treinamento ocorreram em Agosto de 2010. As tripulações dos aviões Su-33, Su-27UB, e Su-25UTG passaram ali o período de treinamento. Lembrando que os pilotos do 279º regimento naval de caças tinham regularmente realizado seu treinamento no sistema NITKA até 2008. Depois do conflito russo-georgiano, em Agosto de 2008 o ministério estrangeiro ucraniano considerou a nova prática de pilotos russos na Criméia imprópria. Aquela proibição foi a reação da Ucrânia pelo envolvimento da Frota Russa do Mar Negro em ações de combate na costa georgiana.

 O NITKA é um sistema simulador para o treinamento de pilotos da aviação naval. Está baseado em terra, imitando a plataforma de um porta-aviões. O complexo Nitka é o analógo terrestre do porta aviões "Almirante Kuznetsov". Enquanto Youshenko foi presidente da Ucrânia, os vôos foram interrompidos. O complexo foi projetado para a decolagem de aviões da plataforma de treinamento e a praticagem das técnicas de pouso e está equipado com todas as comodidades necessárias, incluindo rampa e retentores.

Almirante Kuzneetsov, porta-aviões da Marinha Russa. Foto: pilot.strizhi.info

 Localizado na base aérea Novofedorovka (perto de Saki, na Criméia), ele constitui um aeródromo com uma pista parecida a um convés metálico. As dimensões do aeródromo são equivalentes ao convés de vôo do cruzador pesado que transporta aviões da marinha russa, Almirante Sovetskogo Soyuza Kuznetsov.

Fonte: http://rusnavy.com/news/navy/index.php?ELEMENT_ID=11671&print=Y
          http://rusnavy.com/news/newsofday/index.php?ELEMENT_ID=9545

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Resumo

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology