Fuso-horário internacional

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

PÁGINAS

Voltar para a Primeira Página Ir para a Página Estatística Ir para a Página Geográfica Ir para a Página Geopolítica Ir para a Página Histórica Ir para a Página Militar

terça-feira, 19 de julho de 2011

Demonstração de Força Militar Canadense contra a Rússia no Círculo Ártico.


 O ministro da Defesa canadense Peter MacKay recentemente descreveu a Operação Nanook 11 como "a maior operação que ocorreu na história recente." 

 Os agora anuais exercícios militares canadenses no Ártico foram estabelecidos para reforçar  a reivindicação do Canadá sobre uma parte do fundo do mar Ártico, onde pretensões russas e canadenses se sobrepõem. 

 A Rússia tem estabelecido bases militares permanentes em seus territórios do norte para sustentar a sua alegação, e todos os cinco países do Ártico estão competindo para coletar dados para apoiar as suas reivindicações em meio a relatos de que o aquecimento global poderia deixar a região rica em recursos livres do gelo e acessíveis até 2030. 

 O United States Geological Survey diz que o fundo do mar do Ártico pode conter 13 por cento das reservas mundiais de petróleo e 30 por cento dos recursos de gás. As nações rivais são o Canadá, a Dinamarca, a Noruega, a Rússia e os Estados Unidos. Em 2012, os dados de cada nação irão antes de um painel das Nações Unidas que irá decidir qual das  nações e quais seções do fundo do mar Ártico receberão. 

 A expedição científica russa - liderada por um navio quebra-gelo movido a energia nuclear - partiu para o Ártico para solidificar a reivindicação da Rússia, e anunciou que  isto colocará duas novas brigadas de guerra árticas 60 graus ao norte - um movimento que vai expandir mais ao norte as capacidades militares da Rússia, muito além daquelas do Canadá, de acordo com o Montreal Gazette. 

 De acordo com o Departamento de Defesa Canadense, a Operação Nanook 11 terá várias fases perto da Ilha Baffin e da Ilha Ellesmere, com mais de 1.000  participantes do pessoal das Forças Armadas Canadense. Envolverá aviões de caça  CF-18 , bem como um avião de vigilância e de transporte, um navio de guerra, as companhias de infantaria de Quebec  e de Alberta, e o 5º Grupo de Patrula Canadense Ranger - de reservistas Inuits que têm ampla experiência em sobreviver no ambiente rigoroso do Extremo Norte.

Fonte: globalresearch.ca

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas postagens

posts relacionados (em teste)

Resumo

Uma parceria estratégica entre França e Rússia tra ria benefícios econômicos para a Europa?

SPACE.com

NASA Earth Observatory Natural Hazards

NASA Earth Observatory Image of the Day

ESA Science & Technology